Para Lando, na democracia não há informação sigilosa

Enquanto integrantes ou aliados do governo federal têm criticado o vazamento de dados referentes a pessoas do alto escalão, o ministro da Previdência Social, Amir Lando, entende que "as informações não são sigilosas". "Na democracia sempre a informação tem um caráter de publicidade", opinou em Curitiba, onde participou do Seminário Internacional sobre Acidente de Trabalho. "Na democracia toda discussão tende a vir à tona porque é uma situação intrínseca ao modelo político", reafirmou. "Só os regimes autoritários têm segredo de Estado." Para o ministro, não há necessidade de se dar publicidade às "discussões íntimas, questões que não tenham caráter de decisão", o que, segundo ele, infelizmente acontece. "O mais importante é que isso não é indicável, mas é real e a gente não pode emitir juízo sobre aquilo que é real", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.