Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Para lançar ''madrugador'', Serra tira equipe da cama

Para chamar a atenção para a novidade, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), lançou pessoalmente ontem o programa Tarifa do Madrugador - desconto de R$ 0,20 nas passagens de trens metropolitanos e do metrô entre as 4 e 6 horas.Era pouco mais de 3 horas quando ele chegou à estação Brás da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), para uma viagem exclusiva - o serviço só abre às 4 horas - até Guaianazes. Fez questão de usar o Bilhete Único, mostrando que o desconto já vigorava.Conhecido por seus atrasos em eventos oficiais, Serra chegou pontualmente à estação, onde assessores e o secretário dos Transportes Metropolitanos, José Luiz Portella, o esperavam para o lançamento do programa e uma visita à nova central de monitoramento da CPTM. Enquanto a maioria dos assessores teve a noite de sono interrompida, Serra, conhecido notívago, foi direto de casa para o evento, antes de dormir. A viagem durou 25 minutos e ocorreu pouco antes de o sistema entrar em operação.Na estação de partida, não havia o habitual empurra-empurra de passageiros. Além de muito policiamento, a recepção contou com música ao vivo, faixas e placas do programa, além de caldo quente para os convidados. "É algo muito positivo, que valeu a pena ter de acordar cedo", brincou Serra com os jornalistas.O novo programa oferece desconto na passagem do metrô entre as 4h40 e as 6 horas e, nos trens da CPTM, das 4 horas às 5h20. Pela viagem de trem ou metrô, o usuário pagará R$ 2,35. Na integração com o ônibus, a tarifa terá custo final de R$ 3,60.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.