Para juízes gaúchos, STF é submisso ao governo

A Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris) denunciou o que considera a sujeição do Supremo Tribunal Federal ao governo federal em documento entregue ao relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre Independência de Juízes e Advogados, Leandro Despouy, nesta segunda-feira, em Porto Alegre. O presidente da entidade, desembargador Carlos Rafael dos Santos Júnior, disse que o STF vive uma "crise de credibilidade". A Ajuris considera o critério de escolha dos ministros que compõem o STF meramente político. Também acusa a corte de tomar decisões judiciais levando em conta o interesse econômico do Executivo. Despouy apresentará seu relatório à ONU até o final deste ano. Caso o parecer seja aprovado, a organização vai enviar uma carta de recomendações ao Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.