Para Jarbas, não se pode esperar muito da reforma tributária

"Não esperem grande coisa da reforma tributária". O recado é do governador de Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, ao sair da reunião dos governadores do Nordeste com o ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, em Natal (RN). Segundo ele, o ministro da Fazenda, Antônio Palocci, mandou para a reunião um documento com tópicos da reforma tributária, mostrando que ela será simples e neutra. Na avaliação de Jarbas, uma reforma simples, deixando de fora discussões essenciais como o local da incidência do ICMS, "é um caminho tortuoso". O ideal, na opinião do governador, seria que a discussão dessa questão do ICMS se desse agora, no Congresso. Jarbas disse que se ele não pode articular, também não vai atrapalhar a discussão. "Quando o governo federal e São Paulo se juntam e decidem que não querem alguma coisa (discutir o ICMS), lutar contra é dar murro em ponta de faca. E há muito deixei de fazer isso", disse. Ele ponderou, no entanto, que "o que pudermos avançar, ainda que seja um arremedo de reforma, acho que temos que avançar". Jarbas teve que retornar a Pernambuco por problemas de agenda, mas a reunião do ministro José Dirceu com os governadores do Nordeste continua, em Natal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.