Para Ibama, Fazenda Pimenteira não pode ser invadida

Nem a presença de fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no acampamento dos sem-terra conseguiu desfazer a idéiado Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) de invadir a Fazenda Pimenteira, em São João do Araguaia, no sul do Pará. Os fiscais estiveram na porta da fazenda, onde 200 famílias estão acampadas há três dias, explicando que a área, superior a 1,3 mil hectares, não poderá ser invadida.Mais de 60% da fazenda, segundo o Ibama, estão amparadospela lei 9.885, de 18 de janeiro de 2000, que transformou a área em uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN). Isto quer dizer que a propriedade não pode ser ocupada nem desapropriada para inclusão no programa de reforma agrária.Com essa, já é a terceira tentativa de invasão da fazenda. Nas outras vezes, a polícia foi solicitada para fazer a desocupação. Os líderes do MST rebateram as explicações dos fiscais, acusando os donos da fazenda de extrair palmito da reserva florestal. "Nós vamos entrar aí", prometeu o sem terra Manoel Ferreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.