Para Haddad, decisão que dá tempo de TV ao PSD é justa

Pré-candidato petista à Prefeitura de SP evitou comentar impacto do julgamento na propaganda eleitoral; partido de Kassab vai render maior inserção a Serra

Ricardo Chapola, do estadão.com.br

29 de junho de 2012 | 13h39

O pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, elogiou nesta sexta-feira, 29, a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em ter dado direitos ao PSD, partido do prefeito Gilberto Kassab, à parte do tempo de TV nas inserções da propaganda eleitoral deste ano. Após conceder entrevista a rádio Capital, Haddad classificou a determinação da Corte como "bem fundamentada".

 

"Não se questiona o que é decretado pelo STF, mas independentemente ou não de me favorecer na campanha, devo dizer que a decisão foi muito bem fundamentada", disse.

 

Com a aprovação, o PSD, aliado do tucano José Serra, terá a quarta maior fatia d tempo do programa eleitoral - atrás de PT, PMDB e PSDB - e colocará Serra com a maior inserção: terá 7min49s. Haddad tem 10s a menos.

 

Segurança. O ex-ministro prometeu parcerias com o governo do Estado, representado pelo PSDB, do governador Geraldo Alckmin, para combater problemas na segurança da capital. Durante a entrevista a rádio, Haddad foi questionado sobre suas medidas no setor, lembrado da série de veículos queimados em SP nos últimos dias.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2012PTfernando Haddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.