Para Genoino, não é competência do STF falar sobre política

O presidente nacional do PT, José Genoino, afirmou hoje que não comenta declaração política do presidente do Supremo Tribunal Federal. "Até porque não é competência do STF fazer declaração política, porque não é um partido de situação e nem de oposição", criticou ele, no início da tarde de hoje, após participar de seminário sobre reforma política na Federação da Indústria do Estado de São Paulo (Fiesp). Ao reiterar que não iria comentar a declaração, Genoino destacou que o governo do presidente Lula já tomou as medidas necessárias de investigação e exoneração do funcionário Waldomiro Diniz. "Não há denúncia de irregularidade no período em que o servidor trabalhou na Casa Civil, portanto, não há nada que atinja o ministro José Dirceu", assegurou Genoino. Ao ser perguntado sobre o fato de o Ministério Público já estar investigando supostos encontros entre Diniz com o bicheiro Carlos Cachoeira em 2003, ano em que ele já estava trabalhando na Casa Civil, Genoino rebateu: "Não opino sobre investigações do Ministério Público, nem da Polícia Federal nem do Ministério da Justiça".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.