Para Garibaldi, negativa do STF a CPI seria 'lastimável'

O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), disse hoje que considera "lastimável e perigosa para a democracia" a notícia de que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Cezar Peluso teria negado à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Grampos o acesso à documentação das operações Satiagraha e Chacal, da Polícia Federal. "Eu não estou nem examinando o caso em si, porque não estou acompanhando muito. Mas como cidadão e como presidente do Senado não posso deixar de dizer que isso é um precedente perigoso", afirmou. A notícia foi divulgada hoje na imprensa, mas até o momento o Supremo Tribunal Federal não confirmou a decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.