Para FHC, País ''''vive apagão ético''''

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso criticou ontem, em João Pessoa, o discurso em defesa da ética feito pelo presidente Lula. "O discurso dele é esparadrapo para tapar ferida. O Brasil vive um apagão ético. Mas cada um olha no espelho e vê a cara que imagina", afirmou. Ele repetiu que não será mais candidato e defendeu o voto distrital. "Tem que mudar o sistema eleitoral. O eleitor precisa acompanhar o seu candidato." Disse ainda que os partidos sofrem com a falta de candidatos para 2010. O PT, avaliou, vive uma crise por causa da falta de sucessor de Lula. Para FHC, os programas sociais de seu governo foram mantidos e vêm sendo usados pela gestão Lula com fins eleitorais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.