Para FHC, CPI é prejudicial ao País

O presidente Fernando Henrique Cardoso informou, por intermédio do porta-voz do Palácio do Planalto, Georges Lamazière, que reuniu seus ministros políticos hoje pela manhã, no Palácio da Alvorada, e determinou-lhes que expliquem à sociedade as ?fortes razões? que levam o governo a rejeitar a proposta de uma CPI da Corrupção. "O governo está empenhado na luta contra a corrupção; e, em termos de transparência, as investigações estão avançando como nunca em nossa história", declarou Lamazière. Ele reiterou que, na opinião do presidente da República, a CPI da Corrupção "é um palanque eleitoral que trará prejuízos ao País".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.