Para falar de impeachment, Dilma se reúne com ministros e Cunha se encontra com oposição

Presidente da Câmara deve decidir nesta semana sobre pedidos de impeachment que tramitam na Casa

Bernardo Caram, Daiene Cardoso e Daniel Carvalho , O Estado de S. Paulo

13 Outubro 2015 | 10h47

BRASÍLIA - Mesmo após encontros com ministros ao longo do fim de semana e do feriado, a presidente Dilma Rousseff realizou nesta terça-feira, 13, uma reunião de coordenação política no Palácio do Planalto. Enquanto isso, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), também estava reunido com líderes da oposição em sua residência. Nesta semana, Cunha deve decidir sobre pedidos de impeachment que tramitam na Casa. A oposição já traça estratégias para garantir o andamento dos pedidos.

A reunião organizada por Dilma conta com a participação do vice-presidente da República, Michel Temer. Também estão presentes os ministros Aldo Rebelo (Defesa), André Figueiredo (Comunicações), Antônio Carlos Rodrigues (Transportes), Eduardo Braga (Minas e Energia), Edinho Silva (Secretaria das Comunicações), Eliseu Padilha (Aviação Civil), George Hilton (Esporte), Gilberto Kassab (Cidades), Jaques Wagner (Casa Civil), Marcelo Castro (Saúde) e Ricardo Berzoini (Secretaria de Governo). 

Ainda estão no encontro os líderes do governo no Congresso, José Pimentel (PT-CE), no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), e na Câmara, José Guimarães (PT-CE).  

No encontro com o presidente da Câmara, representantes do PSDB, PPS, PSB, DEM e Solidariedade fazem uma conversa preliminar com o peemedebista antes de protocolar oficialmente o aditamento ao pedido de impeachment de Dilma proposto pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. 

Estão reunidos com Cunha neste momento os líderes Carlos Sampaio (PSDB-SP), Bruno Araújo (PSDB-PE), Mendonça Filho (DEM-PE), Rubens Bueno (PPS-PR), Paulo Pereira da Silva (SD-SP), e Fernando Bezerra Filho (PSB-PE). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.