Para Dirceu, greve de servidores é inaceitável

O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, disse que não acredita que a maioria dos servidores públicos faça greve. "Não vejo que esteja havendo greve no serviço público", afirmou Dirceu. Segundo ele, a proposta de reajuste salarial apresentada pelo governo aos funcionários públicos é "razoável" para a situação atual do País. O ministro destacou que o governo concedeu aumento salarial para várias carreiras e fez planos de cargos em diversas áreas. "Por isso, não é aceitável, neste momento, que tenha essa greve". José Dirceu fez as declarações ao deixar o Ministério da Educação, onde se encontrou com o ministro Tarso Genro. Dirceu e Genro anunciaram que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já aprovou o projeto "Universidade para Todos", que aumenta o número de vagas nas universidades federais e que será enviado ao Congresso. O projeto será apresentado no próximo dia 13 aos integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. Os ministros informaram ainda que o presidente Lula pretende marcar uma reunião com todos os governadores para discutir educação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.