Para Dilma, é normal concentrar campanha em São Paulo

Mesmo reconhecendo a importância de agenda nos estados mais populosos, Dilma avisa que nem sempre será assim

Carla Araújo, Estadão

09 de agosto de 2014 | 13h45

A presidente Dilma Rousseff reafirmou neste sábado que é natural que concentre agendas de campanha no Estado de São Paulo. "É o maior Estado populacional do Brasil, então, não é possível desconsiderar São Paulo como local extremamente importante", afirmou durante caminhada em Osasco (SP), em sua quinta agenda no Estado em uma semana. Na segunda-feira, Dilma retorna para um encontro com a juventude.

"Se você está fazendo campanha presidencial tem quer vir aqui, como tem que ir em Minas, no Rio, na Bahia, no Ceará, porque são Estados populosos", afirmou. "Tenho estado em outros lugares. Outro dia fui lá em cima no Amapá."

Dilma disse ainda que nem toda semana será como a última. "Eu espero que quando eu der um tempo maior, não digam que eu não estou privilegiando São Paulo. Eu estou privilegiando São Paulo, mas nem toda semana será assim", disse.

Mais conteúdo sobre:
Eleições2014Dilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.