Para Dilma, Brasil superou o 'complexo de vira-lata'

A presidente Dilma Rousseff citou nesta sexta-feira a expressão do dramaturgo Nelson Rodrigues, Dilma afirmou que existia no Brasil um "complexo de vira-lata", que foi superado nos últimos dez anos. "Eu tenho certeza que nesses últimos dez anos esse complexo desapareceu. Hoje temos muito autoestima e olhamos todos de igual para igual", ressaltou. A presidente garantiu que o governo federal está dando condições para que as grandes cidades brasileiras construam redes metroviárias.

CARLA ARAÚJO E RICARDO CARVALHO, Agência Estado

12 Abril 2013 | 12h50

Falando em cerimônia de repactuação do Programa Brasil sem Miséria com o Rio Grande do Sul e de formatura de alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), a presidente classificou o metrô como a "única forma racional de transporte coletivo de massa que está à altura do País".

Ela disse que a falta de investimentos em metrô, no passado, exemplifica a existência desse complexo. "Na década de 80, tentaram fazer metrô no Brasil, e tinha gente que falava que metrô é coisa de gente rica." O resultado dessa falta de investimentos no sistema metroviário, continuou a presidente, é a precariedade de estrutura de mobilidade nas grandes metrópoles do País. "É por isso que o nosso governo está dando condições para todas as grandes cidades fazerem metrô", disse, citando os casos de Porto Alegre, Curitiba, Salvador e Fortaleza. Ao finalizar seu discurso, Dilma disse que o governo federal está "escancarando as portas para que todos os brasileiros e brasileiras entrem nos benefícios desse enorme País".

Mais conteúdo sobre:
Dilma Brasil Sem Miséria vira-lata

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.