Para conselheiro, dívida de SP é pagável

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Eduardo Bittencourt disse que a dívida de São Paulo renegociada em 1997 com a União é pagável. A avaliação consta em seu relatório sobre as contas de 2006 do governo paulista. Para ele, o crescimento econômico e o combate à sonegação fiscal e à informalidade permitiriam quitar o débito, hoje em R$ 124 bilhões. Ele discorda do relatório do grupo técnico do TCE, citado em reportagem do Estado, dia 10, que diz que a dívida é impagável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.