Para CNBB, governo Lula não foi coerente com proposta eleitoral

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), D. Odilo Pedro Scherer, afirmou nesta quarta-feira que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva não conseguiu ser coerente com sua proposta eleitoral. "Temos conhecimento das pressões existentes, mas é preciso que interesses da sociedade também sejam satisfeitos", afirmou.Durante o lançamento da Campanha da Fraternidade, Scherer observou ser necessário fazer uma revisão da política econômica e social, reduzir as taxas de juros, garantir empregos para superar a pobreza e corrigir o desnível entre ricos e pobres. Como exemplo da dificuldades, ele citou o pífio crescimento econômico registrado no Brasil, 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB). Divulgado semana passada, o índice brasileiro é superior apenas do que o registrado no Haiti, no Continente americano.Classificando o País como paraíso financeiro, D. Odilo disse que é preciso revistar a política concentradora que agora está em prática. Ele ponderou que medidas como o Programa Bolsa Família têm seu mérito. "Mas é preciso ir além delas, gerar emprego, trabalho", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.