Para Cesar Maia, pesquisa CNT/Sensus é forjada

O prefeito do Rio de Janeiro e pré-candidato do PFL às eleições, Cesar Maia, divulgou uma nota extra de seu informativo diário mandado por e-mail Informação e Opinião (IOCM) dizendo que "auditar a pesquisa Sensus - que tem todo jeito de ser forjada - é urgente, para que se pare de manipular pesquisas com fins eleitorais". O prefeito apóia a candidatura do tucano José Serra, prefeito de São Paulo.O texto diz que a pesquisa, que mostra Lula como o nome com mais intenções de voto nos dois turnos, "é completamente inconsistente". O texto comenta que pontos da pesquisa como o fato dos políticos do PSDB José Serra e Geraldo Alckmin aparecerem respectivamente com taxas de rejeição de 41,7% e 39,9%, bem maiores que as mostradas na pesquisa do Ibope. "Há cheiro de pesquisa forjada, de um apêndice do mensalão", diz o texto.A edição da manhã do informativo, antes da divulgação detalhada da pesquisa CNT/Sensus, já tratava do assunto mas em termos bem mais comedidos. Segundo o boletim, de dezembro de um ano, a fevereiro do ano seguinte, as avaliações dos governos sempre melhoram. "Por que ? Porque é mês de Natal - e a mídia suaviza e tudo fica mais rosa, e se recebem presentes e afetos. O bolso melhora com o décimo terceiro. O réveillon produz magicamente uma sensação de começar de novo. Vem as férias de janeiro. Vem o carnaval". O primeiro texto também afirma que "nenhum governo sobrevive a um escândalo substantivo e continuado. Depois do período de noticiário concentrado, a imprensa varia, e a avaliação do governo melhora. Mas na campanha volta tudo em cima - imagens & imagens".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.