Para Bresser, Covas era um estadista

Na opinião do ex-ministro Bresser Pereira, Covas deixa um exemplo de visão, coragem e integridade. No seu entender, esse exemplo vai ajudar não apenas o PSDB como todas as correntes do País na busca da democracia. "Na minha vida eu conheci apenas dois estadistas, um foi Franco Montoro e o outro, Mário Covas". O ex-ministro lembrou, ainda, que num momento em que o povo brasileiro presencia debates lamentáveis no Senado, um político digno do porte de Mário Covas, com certeza, fará muita falta. Celso Lafer: "Covas era um homem de bem"O Ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer, enviou hoje à família de Mário Covas, mensagem lamentando a morte do governador. Nela, o ministro declara-se admirador de Covas e correligionário político "que via nas suas qualidades uma expressão daquilo que é uma exemplar contribuição do Estado de São Paulo ao País". Lafer ressaltou a coragem pessoal e política do governador. "Um homem de bem na plena acepção ética de quem encontrou na política um espaço de confluência entre consciência e poder".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.