Para Aldo, convocação extraordinária foi produtiva

O presidente da Câmara, Aldo Rebelo, disse hoje, durante entrevista à Rádio Eldorado, que a convocação extraordinária da Casa foi uma das mais produtivas da história. Mas, nos últimos 45 dias, o plenário não conseguiu atingir o quorum mínimo nenhuma vez nas sextas-feiras. Com isso, o Congresso acabou vazio e algumas decisões foram proteladas.Mesmo assim, Aldo Rebelo ressaltou a importância das matérias votadas no período. O deputado do PC do B também alegou que a redução do recesso parlamentar foi positiva para o País.O presidente da Câmara elogiou o projeto que reduz a quantidade de Medidas Provisórias no Congresso. Mas Aldo disse que pretende transformar as propostas da Câmara e do Senado em uma só antes de partir para a votação.EleiçõesEle também cobrou mais empenho dos deputados que disputarão as próximas eleições e disse que irá conversar com os líderes partidários para não parar as atividades da Casa durante a campanha eleitoral.Aldo afirmou estar preocupado com a campanha eleitoral que, para ele, pode chegar a um nível que prejudique o País.Segundo o presidente da Câmara, tanto a situação quanto a oposição têm culpa na crise política e devem focar o debate nas propostas para melhorar o Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.