Para Alckmin, PSDB não perde com saída de deputados

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), afirmou hoje que seu partido não perde absolutamente nada com a saída de oito deputados federais que, ontem pediram desligamento oficial da legenda e já falam em criar um novo partido, que passaria a integrar a base aliada do governo Lula. "Infelizmente, esse troca-troca vai continuar ocorrendo, não será a primeira nem a última vez", destacou, defendendo em seguida a adoção da reforma política como forma de evitar esse tipo de ocorrência.O governador, que participou na manhã de hoje, no Palácio dos Bandeirantes, da assinatura do convênio que estabelece parceria do governo com uma entidade da sociedade civil para o gerenciamento da penitenciária III de Hortolândia, disse também que, ao entrar para o PSDB, o partido não tinha nenhum deputado federal. Por isso, a saída de oito parlamentares não seria fato para preocupações: "O importante é que o partido mantenha a coerência, os valores e seus princípios."Durante entrevista que concedeu após a assinatura do convênio com a Apac, o governador disse que na semana que vem deverá enviar para a Assembléia Legislativa projeto de lei de regulamentação fundiária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.