Para ACM Neto, terceiro mandato para Lula é 'golpe'

Mais cedo, o vice José Alencar defendeu a prorrogação da permanência deLula na Presidência

DENISE MADUEÑO, Agencia Estado

01 de abril de 2008 | 17h40

A oposição reagiu à declaração do vice-presidente José Alencar, que em entrevista hoje à Radio Bandeirantes defendeu a prorrogação da permanência de Luiz Inácio Lula da Silva na Presidência da República. O líder do DEM na Câmara, ACM Neto (BA), afirmou que Alencar não tem o direito de defender algo que, segundo ele, compromete a democracia. "Quem defende terceiro mandato, defende golpe", declarou o líder do DEM.Veja também: FÓRUM: Você concorda com a declaração de José Alencar?  Povo deseja Lula 'por mais tempo no poder', diz Alencar'Alencar foi precipitado', diz tucano sobre 3º mandato de Lula'Lula não quer terceiro mandato', diz José MúcioComo o presidente sempre diz, 'nunca antes neste País...'Planalto vai tirar Dilma da 'vitrine eleitoral' para 2010 'Candidatura de Dilma em 2010 está morta', diz analista   Após a declaração de Alencar, o governo e aliados trataram de descartar qualquer intenção do presidente de permanecer no poder. O ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, constradisse o vice. "Conheço a vontade do presidente. Ele deseja terminar seu mandato, e a Constituição brasileira diz que só tem direito a dois mandatos", comentou.  O secretário-geral nacional do PT, deputado José Eduardo Cardozo (SP), afirmou que é contrário a qualquer medida "casuística" de prorrogação do mandato presidencial. "Qualquer discussão sobre isso, neste momento, foge ao campo da oportunidade política", declarou o petista Para o deputado tucano Arnaldo Madeira (SP) a declaração de Alencar foi "uma manifestação precipitada", que mostra que há no governo a intenção de um terceiro mandato e que ele espera apenas o melhor momento para colocá-la em movimento.

Tudo o que sabemos sobre:
Terceiro mandatoACM Neto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.