Papa nomeia novos bispos para o Brasil

O papa João Paulo II nomeou, nesta quarta-feira, três novos bispos-auxiliares para a Arquidiocese de São Paulo. Um dos escolhidos pelo pontífice foi o padre José Benedito Simão, atual diretor da Faculdade de Teologia Nossa Senhora Assunção.Os outros dois são os padres Odilo Pedro Scherer, de 52 anos, e Benedito Beni dos Santos, de 64. Com essas nomeações fica completo o quadro de seis bispos-auxiliares de São Paulo.Os outros três são d. Gil Antonio Moreira, d. Manuel Barrado Carral e d. Pedro Luiz Stringhini. Os seis foram escolhidos sob a influência do atual arcebispo, o cardeal Cláudio Hummes.Os bispos que haviam trabalhado com d. Paulo Evaristo Arns, que se aposentou em 1998, foram transferidos para outras dioceses.Quando assumiu o cargo, três anos atrás, d. Cláudio deu sinais de que não manteria o esquema administrativo de d. Paulo, baseado na divisão da área pastoral em regiões, cada uma delas entregue a um bispo.Mas acabou recuando, e cada um dos seis bispos que o auxiliam deverão responder por diferentes regiões de São Paulo.O papa também nomeou, nesta quarta, os bispos titulares de Foz do Iguaçu, no Paraná, e Juiz de Fora, em Minas. Os escolhidos foram Laurindo Guizzardi e Eurico dos Santos Veloso.Este último já trabalhava como bispo-coadjutor do titular d. Clóvis Frainer, que pediu o afastamento do cargo de arcebispo de Juiz de Fora após completar 75 anos, conforme as normas do Código de Direito Canônico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.