Papa diz que casamento gay degrada o matrimônio

O papa João Paulo II afirmou neste sábado que o casamento entre homossexuais "degrada a verdadeira essência do matrimônio, entre homem e mulher". Foi a segunda vez em menos de uma semana que o ele falou sobre o assunto que vem sendo amplamente discutido nos últimos dias nos EUA: em São Francisco (Califórnia) e New Paltz (Nova York), casais gays estão oficializando legalmente a união. Já foram mais de 3.400 casamentos.João Paulo II disse que a família baseada no matrimônio entre um homem e uma mulher é o pilar da sociedade com direitos e deveres correspondentes. "Hoje, não faltam intenções para reduzir o matrimônio a um simples contrato individual", afirmou o Pontífice. Ele pediu que todas as autoridades públicas, particularmente as católicas, deixem de aprovar leis que permitam a união civil de homossexuais, dizendo que elas não devem contribuir para legislações contrárias "às normas primárias e essenciais que regem a vida moral". Para o papa, as autoridades deveriam proteger leis que favoreçam a família "sabendo que promovem com isso um desenvolvimento social justo, estável e promissor".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.