Papa beatificará Madre Teresa neste domingo

Pobres e poderosos terão lugar na primeira fila neste domingo na Praça de São Pedro quando o papa João Paulo II celebrar a beatificação de Madre Teresa de Calcutá, pondo sua frágil saúde mais uma vez à prova para homenagear a religiosa que tanto admirou. O papa impressionou-se tanto com a incansável devoção de Madre Teresa aos enfermos e miseráveis que resolveu acelerar o processo de beatificação da religiosa depois de sua morte, em Calcutá, em 1997.O pontífice de 83 anos não seguiu a tradição da Igreja Católica de aguardar cinco anos depois da morte de um candidato para iniciar o processo de beatificação, que pode se estender durante décadas. A santificação é o último passo antes da canonização.RenúnciaNeste sábado, o papa voltou a descartar a hipótese de renúncia e pediu aos cardeais que orem por ele para que possa cumprir sua missão "pelo tempo que o Senhor desejar". Visivelmente emocionado, o pontífice fez o pedido ao término de uma reunião do Colégio dos Cardeais, reunido em Roma para celebrar os 25 anos de João Paulo II à frente da Igreja Católica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.