Papa agradece a Deus por sua viagem a Lourdes

Dias depois de regressar de uma cansativa viagem à França, o papa João Paulo II pareceu estar em melhor estado de saúde nesta quarta-feira, quando manifestou gratidão a Deus por sua visita ao santuário de Lourdes, na França. O pontífice de 84 anos sofre do mal de Parkinson e outras enfermidades. Ele deixou de ler grande parte de seu discurso, como de costume. Apesar disso, ele conversou com um grupo de visitantes franceses sobre sua visita à capela da Virgem de Lourdes, que foi construída no local onde uma camponesa disse ter visto a virgem em 1858. "Esta manhã, quero manifestar minha gratidão a Deus, que em sua benevolência me permitiu fazer a peregrinação a Lourdes", disse o papa na conversa com os peregrinos reunidos na frente de sua residência de veraneio em Castel Gandolfo, nas colinas de Roma. "Agradeço à abençoada Virgem pelo clima de grande aconchego e preces intensas na ocasião de minha visita. Eu me lembro com emoção da multidão de peregrinos e, à frente deles, dos enfermos que procuram por conforto e esperança em Nossa Senhora."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.