Palocci será o relator da emenda que prorroga a CPMF

O deputado e ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci (PT-SP) será o relator da proposta de ementa constitucional que prorroga a cobrança da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O acerto foi feito hoje entre líderes da base e o ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, no Palácio do Planalto. "Palocci vai fazer o relatório mais rápido e tem o trânsito com os governadores e prefeitos", disse Jovair Arantes (PTB-GO).O líder do PR, Luciano Castro (RR), defendia a indicação do deputado Sandro Mabel (PR-GO) para a relatoria. O PP sugeriu o deputado Márcio Reinaldo (PP-MG). Já o PTB sugeriu como relator o deputado Cândido Vacarezza (PT-SP) para assumir a relatoria. "As discussões afunilaram no nome Palocci", disse Arantes.O líder do PT, Luis Sergio (RJ), confirmou que Palocci aceitou a relatoria e negou que o ex-ministro tivesse rejeitado a função quando teve seu nome citado. "Palocci disse que, se houvesse um entendimento, aceitaria. E eu trabalhei para que fosse o nome dele deste o início", afirmou o líder petista. No início da tarde, a comissão especial que trata da prorrogação da CPMF foi instalada sem o nome do relator porque, naquele momento, ainda não havia entendimento sobre o nome.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.