Palocci será intimado novamente

O ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci, vai ser intimado novamente hoje, pela Polícia Federal. Ao contrário do que tinha sido acertado com a PF, o advogado de Palocci, José Roberto Leal, não enviou, até as 10 horas da manhã de hoje, o atestado médico do ex-ministro. Um dos motivos alegados pelo advogado para Palocci não comparecer à PF hoje, era o estado de saúde do ex-ministro, que estaria estressado. Esta será a segunda intimação que Palocci receberá, em dois dias. Segundo informações da PF, se ele não responder à segunda intimação, será conduzido pela polícia para o depoimento. O assessor de Imprensa da Caixa Econômica Federal, Gabriel Nogueira, compareceu pela manhã espontaneamente à PF para depor. Ele foi um dos que participou do jantar com o então presidente da instituição, Jorge Mattoso, que recebeu, naquele momento, as informações relativas à quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa.

Agencia Estado,

31 de março de 2006 | 13h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.