Palocci quer novo IR Pessoa Física já em 2004

O novo desenho do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) entrará em vigor já no ano que vem, se depender da vontade do governo. O ministro da Fazenda, Antônio Palocci, disse nesta segunda-feira que o ideal seria o Congresso aprovar não só a emenda constitucional da reforma tributária neste ano, mas também o conjunto de projetos de leis complementares e ordinárias sobre tributação que o governo pretende encaminhar em seguida. O IRPF faz parte desse segundo bloco.O ministro ressalvou, porém, que a nova regra só entra em vigor em 2004 "se o Congresso entender que é possível acelerar e se desejar votar todos os projetos este ano".Palocci reagiu às declarações do presidente do PFL, Jorge Bornhausen, que criticou a proposta de alterar o IRPF porque ela envolveria aumento de carga tributária. "Não temos nenhuma decisão no sentido de aumentar a carga tributária", disse o ministro. "Falei nisso diversas vezes e não entendo por que alguns não entendem ou não querem entender isso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.