Palocci lança seu livro nesta sexta em Ribeirão Preto

O ex-ministro da Fazenda, ex-prefeito de Ribeirão Preto por duas vezes e agora no segundo mandato como deputado federal, Antônio Palocci Filho (PT), volta à sua cidade natal nesta sexta-feira, 30, para lançar o livro Sobre Formigas e Cigarras (Editora Objetiva, 256 páginas, R$ 29,90), no Hotel JP. Será uma sessão de autógrafos e encontro com parentes, amigos e convidados. No livro, Palocci descreve a sua experiência de 1.181 dias no Ministério da Fazenda e os bastidores envolvendo a política econômica do País. Será o lançamento nacional do livro (já na segunda edição, com tiragem total de 25 mil exemplares), que já está à venda nas livrarias.O evento, ironicamente, ocorre três dias depois do "aniversário" de um ano da queda de Palocci no governo federal. A demissão do então ministro ocorreu em 27 de março do ano passado, após o episódio da quebra de sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa, o Nildo, que envolveu Palocci e o então presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Mattoso, entre outros. O caseiro, na época, afirmou em entrevista ao Estado ter visto Palocci numa mansão, em Brasília, freqüentada por lobistas da chamada "república de Ribeirão Preto". Devido ao caso, o ex-ministro foi indiciado por quebra de sigilo bancário e funcional, prevaricação e denunciação caluniosa. O caso de Brasília será julgado no Supremo Tribunal Federal (STF).Como é deputado federal e tem privilégio de foro, o STF também julgará o caso do inquérito do lixo, de Ribeirão Preto, no qual Palocci foi denunciado pelo Ministério Público Estadual (MPE) de superfaturar os serviços de lixo na cidade entre 2001 e 2002. A fraude teria causado prejuízo aos cofres públicos de R$ 30,7 milhões (incluindo o período em que a cidade foi administrada pelo seu sucessor, Gilberto Maggioni, entre 2002 e 2004). Palocci foi denunciado por formação de quadrilha, peculato, corrupção de agentes públicos, superfaturamento no contrato de limpeza urbana e falsificação ideológica.Apesar dos percalços, o livro de Palocci surge como um dos mais vendidos do Brasil no momento. A apresentação do volume é de José Alexandre Scheinkman, professor de Economia da Universidade de Princeton, e mostra a trajetória do médico Palocci, que foi um dos mais fortes ministros da primeira gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Antes disso, ele participou da elaboração do plano de governo e foi um dos coordenadores de campanha de Lula, além de comandar a equipe de transição de governo. Sobre Formigas e Cigarras é o terceiro livro de Palocci. O primeiro foi Dando a Volta por Cima (Editora Scritta) e o segundo Reforma do Estado e os Municípios (Makron Books), ambos citando sua experiência na política municipal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.