Palocci é trunfo do PT para manter prefeitura de Ribeirão

A manutenção da prefeitura de Ribeirão Preto (SP), berço do político do ministro da Fazenda, Antônio Palocci, é tratada como questão de honra para o PT nas eleições municipais deste ano. Para reeleger o ex-vice e sucessor do ministro, Gilberto Maggioni, o partido aposta na presença de Palocci no palanque eleitoral e na popularidade que ele ainda tem na cidade. "O Palocci é militante do PT e irá subir no palanque, não só em Ribeirão Preto, mas em todo o Estado, desde que isso não atrapalhe seu trabalho", disse o presidente Nacional do partido, José Genonio.O ministro, que chegou a afirmar que iria ser apenas um torcedor nas eleições deste ano, voltou atrás e sua última declaração sobre o assunto foi de amor à cidade e de apoio ao prefeito. "Ribeirão Preto é minha cidade e por ela eu faço qualquer coisa. Mesmo não podendo ter uma participação ativa no processo nacional, em Ribeirão Preto eu não devo me ausentar", disse o ministro em uma entrevista há um mês. "Evidentemente vou torcer e trabalhar para que o prefeito seja o Maggioni". O PT de Ribeirão Preto realiza sua convenção neste domingo para ratificar a candidatura de Maggioni à reeleição. O candidato a vice da chapa que inclui PV, PTB, PC do B e PCB será Joaquim Rezende (PV), que já foi vice-prefeito durante o primeiro mandato de Palocci (1993-1996) quando ainda estava no PSDB. Apesar de Palocci não prestigiar a convenção do partido, Maggioni acredita na promessa do ministro. "Ele vai assumir a nossa candidatura e colocar sua força para contribuir, além de resolver os problemas da economia que todo dia tem um problema para resolver", garante o prefeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.