Palocci e Dirceu tentam acordo sobre Zona Franca ampliada

O ministro da Fazenda, Antonio Palocci, informou hoje que o governo vai construir uma posição conjunta sobre o projeto de lei em tramitação no Congresso Nacional que amplia os benefícios fiscais da Zona Franca de Manaus a toda a Amazônia e também ao Amapá. O projeto é do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Palocci evitou dar uma opinião pessoal sobre o projeto. "Precisamos ter uma posição de governo", afirmou.Segundo ele, assim que o governo decidir essa posição, ela será divulgada. O ministro afirmou que essa posição será definida com o ministro de Coordenação Política, Aldo Rebelo. Palocci admitiu que a Secretaria da Receita Federal encaminhou ao Congresso um parecer contrário ao projeto. O ministro afirmou que esse é um documento que não deixará de ser avaliado.O ministro da Casa Civil, José Dirceu, negou que o Ministério da Fazenda seria contra o projeto. "O Ministério da Fazenda não é contra, não", afirmou. Pessoalmente, Dirceu não quis comentar a proposta. Limitou-se a dizer que ele estava na pauta há mais tempo, embora só agora esteja sendo discutida pelo Congresso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.