Palocci diz que não sabia da retratação de Buratti

Advogado havia dito que ex-ministro teria recebido R$ 50 mil ao mês de empresa quando era prefeito

DENISE CHRISPIM MARIN, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2008 | 19h40

O deputado Antonio Palocci (PT) disse nesta quarta-feira, 20,  que não sabia da retratação de Rogério Tadeu Buratti, o advogado e empresário que foi a principal testemunha da denúncia apurada pelo Ministério Público (MP) contra o ex-ministro. "Eu soube ao mesmo tempo que vocês", disse ele a jornalistas.    No final de junho do ano passado, Buratti registrou em um cartório extrajudicial de São Paulo uma declaração contrária ao depoimento que fizera 22 meses antes a seis promotores de Justiça e a policiais.No depoimento, o advogado havia dito que Palocci teria recebido R$ 50 mil ao mês da empresa de coleta de lixo Leão & Leão no período em que ocupou o cargo de prefeito de Ribeirão Preto, no interior paulista.   Os recursos teriam sido repassados ao Diretório Nacional do PT. Abordado pela imprensa ao final de um painel do Fórum Brasília de Legisladores sobre a Mudança Climática, realizado no Itamaraty, a primeira reação de Palocci foi dizer que não havia lido nada dos jornais do dia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.