Palocci, Dirceu e Berzoini pediram para Lula cancelar viagem

Foram os ministros da Previdência Social, Ricardo Berzoini, da Fazenda, Antonio Palocci, e da Casa Civil, José Dirceu, que interferiram junto ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que adiasse sua viagem à África, que teria início na próxima terça-feira, apesar do constrangimento de tal decisão. A informação foi dada pelo vice-líder petista na Câmara Paulo Bernardo (PR). Segundo o deputado, a preocupação de parte da base aliada e dos ministros era ter o presidente no Brasil para a eventual necessidade de fechar alguma negociação de mudança de última hora no texto da reforma da Previdência. A permanência do presidente no País, segundo o vice-líder, deu o sinal aos governistas de que a reforma deve ser votada o quanto antes. "Sentimos que a estratégia que estamos defendendo é a melhor: a de votar na quarta-feira (dia 6)", disse Bernardo. O deputado considera, também, importante a presença de Lula em Brasília para capitalizar politicamente essa votação importante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.