Palmeirense rouba cena ao fazer Lula autografar camisa do Verdão

Palmeirense rouba cena ao fazer Lula autografar camisa do Verdão

Presidente acompanhava discurso da pré-candidata Dilma Rousseff

Francisco Carlos de Assis

10 de abril de 2010 | 19h17

Um palmeirense roubou a cena por alguns minutos durante o discurso da pré-candidata do PT, Dilma Rousseff, em São Bernardo do Campo, hoje à tarde, ao conseguir um autógrafo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ardente torcedor do Corinthians, numa camisa do Verdão.

 

A plateia do Sindicato dos Metalúrgicos explodiu em gargalhadas e aplausos quando o presidente, em meio a uma avalanche de camisetas e bonés que os trabalhadores depositavam à sua frente para serem autografados, balançou a cabeça como se fosse recusar a assinar seu nome em uma camisa do Palmeiras.

 

O público não se conteve, a ponto de abafar, por instantes, o discurso da pré-candidata Dilma Rousseff. Ela nem percebeu, mas antes do "constrangimento futebolístico", o presidente deve ter dado quase cem autógrafos em camisetas, bonés, pedaços de papel, crachás de identificação do evento e caderninhos que lhe eram passados pela equipe de apoio ao evento "Emprego e Qualificação Profissional", organizado por centrais sindicais.

 

Apesar da brincadeira, Lula afinal autografou a camisa do palmeirense, que logo em seguida a vestiu e saiu alegre exibindo nas costas a assinatura do presidente corintiano da República.

Tudo o que sabemos sobre:
LulaDilma RousseffeleiçõesPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.