País sofre grande perda com morte de ACM, diz líder do PSDB

Para Antonio Carlos Pannunzio, senador foi um dos políticos que mais marcou presença no cenário nacional

20 de julho de 2007 | 18h10

O deputado Antonio Carlos Pannunzio, líder da bancada do PSDB na Câmara, lamentou em nota emitida nesta sexta-feira, 20, a morte do senador Antonio Carlos Magalhães e avaliou que o País sofreu uma grande perda. Para o parlamentar, ACM "foi um dos políticos da sua geração que mais marcou presença e posição no cenário nacional".   Veja também: Morre o senador Antonio Carlos Magalhães No vídeo mais acessado no YouTube, ACM defende ditadura Frases do senador Site oficial do senador Galeria de Fotos  ACM visita o Estado de S. Paulo    Pannunzio considera, segundo o texto, que o senador criou um estilo absolutamente próprio de fazer política, que consistia em defender firmemente aquilo que acreditava.   O deputado salientou que ele e ACM divergiam quanto a concepções e linhas ideológicas, mas isso não o impede de reconhecê-lo como um grande líder, "dono de uma personalidade forte, muito respeitado e bastante querido no Estado que governou".

Tudo o que sabemos sobre:
Morte de ACM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.