Divulgação
Divulgação

País será humilhado quando EUA começarem a julgar caso Petrobrás, diz Joaquim Barbosa

Ex-presidente do STF lamentou o fato de o Brasil ainda titubear em práticas de combate à corrupção

Francisco Carlos de Assis, O Estado de S. Paulo

11 Novembro 2015 | 13h30

O Brasil e os brasileiros vão passar por uma verdadeira humilhação assim que começarem os primeiros julgamentos, pela Justiça dos Estados Unidos, de envolvidos nos esquemas de corrupção na Petrobrás e da Fifa. A declaração foi dada nesta quarta-feira, 11, pelo ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, no 10º Siac - Seminário Internacional da Acrefi, que acontece em São Paulo.

Barbosa lamentou o fato de o Brasil ser signatário da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) num acordo para evitar corrupção entre empresas e, segundo ele, o governo brasileiro ainda titubear nestas práticas. 

"A tolerância à corrupção pode causar danos aos investidores. A falta de ética pode ser deletéria na formação de preços, encarecendo-os, desde o mais simples aos supérfluos", disse.

Quanto ao Brasil, disse Barbosa, há uma preocupação generalizada com a confusão que se faz no País entre o público e o privado. Para ele, a chave para a solução são mais mecanismos de controle e transparência

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.