País quer imigrantes em acordo

Brasil e outros países latino-americanos vão defender a inclusão da defesa dos imigrantes em um acordo da ONU sobre combate ao racismo. O rascunho do texto pede, por sugestão do Brasil, que governos tomem medidas para combater a discriminação e que os direitos humanos dos imigrantes sejam respeitados. O texto ainda sugere que políticas deimigração sejam revistas se elas violam direitos fundamentais.Os europeus consideraram as referências como "desequilibradas". Com 8% da população europeia de origem estrangeira, os governos da UE vêm adotando medidas para restringir a entrada de imigrantes ilegais.Nos últimos anos, o governo brasileiro vem identificando uma situação preocupante em relação à situação dos emigrantes, especialmente na Europa. Nesta semana, uma denúncia de agressão a duas crianças brasileiras em uma escola de Madri fez com que o tema da xenofobia voltasse aos debates. A paulista Mônica Patusca denunciou o fato de seus filhos terem sido atacados com xingamentos racistas pelos demais alunos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.