Painel deve ser exemplo de ´transparência´, diz deputado

O corregedor da Câmara Federal, deputado Barbosa Neto (PMDB-GO), garantiu que haverá uma auditoria externa sobre o problema que ocorreu no painel eletrônico da Câmara. O aparelho travou ontem, no momento em que apareceriam os votos dos deputados sobre o projeto que prevê a "flexibilização" da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Durante entrevista à Rádio Eldorado AM, o deputado acredita que podem haver registros sobre a votação no disquete, mas até que o episódio seja esclarecido as votações pelo painel estão suspensas."Nós temos de eliminar essas dúvidas e fazer com que o painel seja um exemplo de transparência para que toda a sociedade brasileira tenha convicção de que não há intenção nenhuma de ofuscar ou ocultar qualquer tipo de manifestação de qualquer parlamentar", declarou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.