Pai e filho cometem suicídio em MS

Famílias guaranis-caiuás continuam sendo vítimas de ocorrências trágicas em Mato Grosso do Sul. Ontem um adolescente de 16 anos cometeu suicídio com a arma do pai. Ao ver o filho morto, o índio se matou com a mesma arma. A tragédia aconteceu na Aldeia Potrero Guassú, no município de Paranhos, a 575 quilômetros de Campo Grande, extremo sul do Estado. Segundo informações da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), desde janeiro nove índios cometeram suicídio nas aldeias do Estado, incluindo as ocorrências de ontem. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar as causas do duplo suicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.