Pagot quer depor na CPI do Cachoeira, diz Pedro Simon

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) afirmou nesta quarta na CPI do Cachoeira que o ex-diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestres (DNIT) Luiz Antônio Pagot está disposto a depor na comissão. Nos últimos dias, Pagot deu entrevistas à imprensa em que fez denúncias contra governistas e oposicionistas, o que tem feito parlamentares dos dois lados a resistirem em convocá-lo para prestar esclarecimentos.

RICARDO BRITO, Agência Estado

13 de junho de 2012 | 19h02

Durante a reunião que ouve o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), Simon disse ter conversado pouco antes com Pagot, que é um ex-filiado ao PR. Nesta quinta, a CPI tem uma reunião administrativa para votar requerimentos de convocação de pessoas e de quebras de sigilo. "O doutor Pagot realmente é a pessoa que pode mais esclarecer", afirmou.

Segundo Simon, que não é integrante da CPI, Pagot disse-lhe que, caso a comissão não o convoque, ele vai procurar o Ministério Público Federal para se colocar à disposição da instituição para depor.

Tudo o que sabemos sobre:
CPiCachoeiraPagotPedro Simon

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.