Página pessoal de Michel Temer na internet é hackeada

Grupo que invadiu site se denomina 'Anarchy Ghost'; conteúdo foi removido no início da tarde deste sábado

O Estado de S. Paulo

31 Dezembro 2016 | 14h22

A página pessoal do presidente Michel Temer na internet foi invadida por hackers e ficou parte da manhã com uma mensagem de um grupo que se denomina “Anarchy Ghost”. O site que fala das atividades de Temer e da história do peemedebista foi trocada por um fundo preto com a frase “Exploited By Anarchy Ghost”. “Batemos de frente, e querendo ou não tem que respeitar!”, cita mensagem do grupo.  

No início da tarde deste sábado, o conteúdo da página já havia sido retomado com o conteúdo produzido pela equipe de Temer.

O grupo de hackers que diz ter atacado a página de Temer afirma que já fez outros ataques, como na página do Partido dos Trabalhadores, Instituto Lula e PSDB de Minas Gerais. Procurada, a assessoria de imprensa da Presidência da República não se manifestou. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.