Paes de Barros e Heloísa Helena criticam ACM

Imediatamente após a saída de Antônio Carlos Magalhães do plenário do Senado, os senadores Heloísa Helena (PT-AL) e Antero Paes de Barros (PSDB-MS) discursaram condenando a fala de ACM. Heloísa acusou o ex-senador baiano de corrupto. Ela afirmou que o Conselho de Ética deve agir com a serenidade de um juiz de futebol que, após expulsar um jogador do campo, segue em frente. Ela disse ainda que vai continuar ensinando aos seus filhos que "o crime não compensa". Heloísa fez uma homenagem aos baianos, dizendo que se dirigia à Bahia livre, citando um poema de Carlos Marighela.Paes de Barros salientou que ACM estava saindo por ter cometido um delito. "Sua renúncia acontece como uma confirmação das acusações e não como um gesto de grandeza". Segundo Paes de Barros, a carreira de ACM é caracterizada pela chantagem, pela traição, pela mentira e por ser o político que mais se beneficiou da ditadura.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.