Padilha silencia sobre Dias e se diz feliz com Temer

'Não comento vice dos candidatos de oposição. Eu estou muito feliz com nosso candidato a vice', garante o ministro

Tânia Monteiro, da Agência Estado

28 de junho de 2010 | 16h17

BRASÍLIA - O ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, evitou comentar nesta segunda-feira, 28, a polêmica criada no PSDB, com a escolha do candidato a vice na chapa de José Serra para a Presidência da República. A indicação do senador Álvaro Dias (PSDB-PR) para compor a chapa tucana irritou o DEM, que ameaçou romper a aliança com o partido. "Não comento vice dos candidatos de oposição. Eu estou muito feliz com nosso candidato a vice , Michel Temer, que representa o maior partido do País, maior número de prefeitos, de parlamentares. Ele é um vice que agrega e que soma. E, portanto, estamos muito satisfeitos com ele", afirmou.

Questionado se essa crise na oposição poderia repercutir positivamente na campanha de Dilma Rousseff, respondeu: "O que repercute positivamente é o vice Michel Temer estar junto com a Dilma, o PMDB estar junto com a Dilma, no fim de semana o PRB ter declarado apoio à Dilma, a composição dos palanques regionais. Repercutiu bem também a ação do presidente (da Câmara dos Deputados) Michel Temer de ter ido a São Paulo, declarar apoio ao Mercadante (senador Aloysio Mercadante, candidato pelo PT ao governo de São Paulo). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.