Padilha reafirma que PMDB é contra CPI

O ministro dos Transportes, Eliseu Padilha, reiterou que a orientação oficial do PMDB é de que os deputados não assinem o requerimento para a criação de uma CPI mista para investigar atos de corrupção no governo. Padilha participou da discussão sobre a criação de agências reguladoras sobre transportes terrestres e aquaviários na Comissão de Infra-estrutura do Senado. Segundo o ministro, o presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), está disposto a discutir a sua eventual saída da presidência do partido. Ele contou que Jader tinha dito, desde quando era candidato à Presidência do Senado, que transferiria o cargo de presidente do partido quando fosse eleito. Padilha disse que lideranças pediram que Jader aguardasse para decidir sobre o seu sucessor. Perguntado sobre a possibilidade de antecipação da convenção nacional do partido, prevista para setembro, Padilha respondeu que a decisão é atribuição do diretório nacional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.