Padilha: escolha para cargos na Saúde será 'técnica'

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse na manhã de hoje, no Rio de Janeiro, que o critério para preenchimento de cargos de segundo escalão na sua pasta será "exclusivamente técnico". "Todas as sugestões interessadas na melhora da saúde no País serão ouvidas com tranquilidade", declarou.

PEDRO DANTAS, Agência Estado

07 de janeiro de 2011 | 13h15

Segundo Padilha, a orientação da presidente Dilma Rousseff (PT) é fazer com que o Ministério da Saúde tenha um "padrão de excelência". "Minha prioridade é o critério técnico e a escolha de pessoas comprometidas com o Sistema Único de Saúde (SUS)", disse o ministro, que participou da inauguração da 15ª Clínica da Família, na zona oeste do Rio, e do início do treinamento de 1.200 novos agentes de vigilância em saúde para o combate à dengue.

Tudo o que sabemos sobre:
PadilhacargosSaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.