Padilha diz que não tem pretensões políticas

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, afirmou que não tem pretensões políticas e sua preocupação hoje é de enfrentar os desafios de sua Pasta. Entre integrantes do Partido dos Trabalhadores, Padilha é apontado como um bom nome para disputar o governo de São Paulo em 2014 - ideia que teria a simpatia do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

RICARDO LEOPOLDO E BEATRIZ BULLA, Agência Estado

10 de dezembro de 2012 | 21h14

"Não há honra maior para um médico do que ser ministro da Saúde do Brasil. Há muito o que fazer no Brasil na nossa área", comentou Padilha. "Quem está no governo está trabalhando para que o País tenha um ano de 2013 melhor do que 2012 e um ano de 2014 melhor do que 2013", disse.

Perguntado se o ex-presidente Lula apoia seu nome para concorrer ao Palácio dos Bandeirantes, ele respondeu: "Não vi, nem ouvi o presidente Lula fazer tal manifestação".

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2014PadilhaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.