Padilha diz que esposa fará parto no SUS

Em publicação postada no Facebook, Padilha afirmou que sua esposa Thássia fará pré-natal e parto pelo SUS

CARLA ARAÚJO, Estadão Conteúdo

21 de agosto de 2014 | 17h20

Ex-ministro da Saúde, o candidato ao governo de São Paulo, Alexandre Padilha, aproveitou a confirmação da gravidez de sua esposa Thássia para exaltar o Sistema Único de Saúde (SUS). Em publicação postada nesta quinta-feira no Facebook, Padilha contou que acompanhou a primeira consulta da mulher em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) e se disse "extremamente orgulhoso" por ela decidir fazer o acompanhamento da gestação e o parto pelo SUS. "Tenho que dizer que estou extremamente orgulhoso da opção dela de fazer o pré-natal e parto pelo SUS, mesmo cientes do tanto que precisamos avançar para garantir um Parto Humanizado para toda a nossa população", disse.

"Eu e Thássia passamos por uma experiência única. Dois defensores do SUS como somos, cientes do que se avançou nestes 25 anos, mas mais cientes ainda de tudo o que precisamos avançar e melhorar para garantir uma Saúde de Qualidade para toda a população, fomos a uma UBS do município de São Paulo, mais próxima do local de trabalho da Thássia, para a sua 1ª consulta de pré-natal", escreveu o candidato.

Em seu relato, o candidato fez questão de destacar os nomes dos profissionais que os atenderam e disse que ele e a esposa serão "um casal de grávidos dedicados e disciplinados em seguir toda a Agenda da Gestante entregue pela enfermeira Bia". Este é o primeiro filho do casal.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesSPPadilhagravidezSUS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.