Paciente que morreu pediu entrada de Maluf no CTI, diz hospital

A diretoria do Hospital e Maternidade Voluntários divulgou nota a respeito da morte do paciente José Matias da Silva, na qual afirma que a visita do candidato do PP à prefeitura de São Paulo, Paulo Maluf, no Centro de Terapia Intensiva (CTI) foi autorizado pela ?instituição?. A nota, porém, não divulga o nome do responsável pela autorização da entrada do ex-prefeito, de correligionários e jornalistas, uma comitiva formada por pelo menos 22 pessoas. E ainda afirma que a ida de Maluf ao CTI foi solicitada pelo paciente que morreu hoje.A seguir, leia a íntegra da nota divulgada pelo hospital:?Em referência à declaração do Sr. Paulo Salim Maluf, quanto a autorização pela Instituição, à visita na Unidade, confirmamos que foi autorizada. Entretanto, salientamos que este evento deveu-se a solicitação do paciente Sr. José Matias da Silva, que soube por comentários da enfermagem que o Ex-Prefeito estaria visitando o Hospital. O Sr. José Matias encontrava-se internado na Unidade em decorrência de ferimento por projétil de arma de fogo durante um assalto no qual foi vitimado. Apresentava quadro de infecção generalizada e em situação de instabilidade hemodinâmica aguardando condições clínicas para procedimento cirúrgico, que foi realizado às 22:20 horas vindo a falecer às 05:00 de hoje. (16/07/04). Salientamos que nenhuma norma técnica da Unidade foi violada. A diretoria?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.