PAC tem grande importância no segundo mandato, diz Lula

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta quarta-feira, em Recife, estar convencido de que o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é um instrumento de desenvolvimento e de grande importância em seu segundo mandato. "O que está acontecendo é a consagração de uma política desenvolvida no primeiro mandato", afirmou o presidente. Lula também deu um rápido recado aos governadores, que têm criticado o PAC. "Eles vão ter de entender que não são obras importantes só para os Estados, mas para a integração dos Estados".O presidente disse ainda que o programa, anunciado pelo governo no último dia 22, foi uma "surpresa" para o País. "O PAC não veio para resolver todas as obras do Brasil", disse. "Não é uma obra para atender o interesse de um Estado; é o compromisso que nós fizemos com a infra-estrutura, o desenvolvimento e o destravamento do Brasil".Lula chegou na manhã desta quarta-feira à cidade de Cabo de Santo Agostinho, a 50 quilômetros de Recife, onde deve assinar um contrato de financiamento de R$ 2,47 bilhões para a construção de dez navios. Sobre o tema, ele disse que o Brasil começou a "ser dono do seu próprio nariz", já que, antes, o governo federal gastava US$ 8 bilhões para importar as embarcações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.