Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

PAC também quer 'resgatar sentido da família', diz Dilma

'A casa é o espaço onde se cria os filhos, onde se busca ser feliz', fala a ministra sobre programa de habitação

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

06 de março de 2009 | 18h58

Um dia depois de demonstrar sua fé, participando da missa celebrada pelo padre Marcelo Rossi, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse nesta sexta-feira, 6, em Salvador (BA), que um dos principais objetivos das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é "resgatar o sentido de família". "No nosso programa de construção de habitações populares, por exemplo, temos dois objetivos: gerar empregos e promover a inclusão social", afirmou.   Veja também:  Incompetência e falta de projetos 'afogam' PAC, diz FHC   "A casa é o espaço onde se cria os filhos, onde se busca ser feliz. É um lugar fundamental para a gente construir e fortalecer os laços familiares", acredita. "É por isso que damos prioridade às mulheres na distribuição dos cartões do Bolsa Família: a gente sabe que a primeira coisa que ela vai fazer com o dinheiro é comprar comida para os filhos."A ministra participou, durante a tarde, do lançamento das obras da Via Expressa Baía de Todos os Santos, tida como a mais importante intervenção urbana na capital baiana em três décadas. A obra foi orçada em R$ 381 milhões, R$ 341 milhões do PAC e R$ 40 milhões de contrapartida do governo baiano. A via expressa vai ligar a principal rodovia do Estado, a BR-324 (que liga Salvador a Feira de Santana), ao porto da capital baiana e tem previsão de entrega em 24 meses. A extensão total do projeto é de 4,3 quilômetros.Além disso, a ministra, junto com os colegas de Transportes, Alfredo Nascimento, e Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, assinou ordens de serviço para a recuperação de 3.424,20 quilômetros de rodovias federais em todo o Estado - cerca de 60% da malha rodoviária pavimentada na Bahia. Segundo Geddel, o investimento total é de R$ 630 milhões e as obras devem ser iniciadas ainda este ano. Entre os trechos contemplados estão as BRs 101 e 116, as principais do eixo norte-sul do País, e as BRs 020 e 242, que ligam o Norte e o Centro-Oeste do Brasil ao Nordeste.

Tudo o que sabemos sobre:
PACDilma RousseffSalvador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.